IV Encontro Internacional de Contrabaixistas – Milton Romay Masciadri
IV EIC – MRM – 2013
www.ufrgs.br/iveic-mrm

SEGUNDO RECITAL

03 de Maio de 2013
Sexta-feira, 20:00h

Auditorium Tasso Corrêa Instituto de Artes da UFRGS
Rua Senhor dos Passos, 248 – Centro POA/RS – BRASIL

PROGRAMA

J. M. Sperger (1750-1812)
Sonata em Sí Menor (T36)
Allegro Moderato
Adagio Cantabile
Allegro

F. A. Hoffmeister (1754-1812)
Concerto no. 1 em Ré Maior
Allegro
Adagio
Finale – Allegro

George Amorim – Violone
André Loss – Cravo

pausa

Francisco Mignone (1897 – 1986)
Trranscrição de Fausto Borém
Valsa Declamada (1981)

Lino José Nunes (? – 1847)
Edição de Fausto Borém
Lições No 4 e 5 para Contrabaixo (1830)

Fausto Borém (1960 – )
Prelúdio para Contrabajeando (2009)

Astor Piazzolla (1921 -1992)
Arranjo de Fausto Borém
Contrabajeando (década de 1950)

Fausto Borém (1960 – )
Não Atire o Pau no Gato
(Excertos – 2012)

Fausto Borém – Contrabaixo
André Loss – Piano

SOBRE OS CONTRABAIXISTAS

GEORGE AMORIM
É Professor de contrabaixo na Universidade do Texas Pan-American desde 2006 e foi assistente do grande solista e pedagogo Jeff Bradetich por três anos na Universidade of North Texas onde recebeu o título de Doctor of Musical Arts em Contrabaixo. George concluiu Mestrado na Baylor University e no Brasil estudou na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e na Universidade Federal de Pernambuco. Dr. Amorim também frequentou diversos cursos de aperfeiçoamento e masterclasses com Franco Petracchi, Michael Wolf, François Rabbath, Ed Barker e David Sinclair, entre outros. George dedica-se também à performance do violone barroco e vienense. Dr. Amorim têm apresentado recitais e masterclasses nos Estados Unidos, Canadá, América Central e Europa, e recentemente apresentou masterclasses em Curitiba, Florianópolis e Belém. Além de ter artigos publicados na revistas Bass World e Strings, em 2011, Dr. Amorim teve o seu trabalho de pesquisa sobre o contrabaixista e compositor espanhol Pedro Valls publicado pela Lambert Editorial. George apresenta-se também como palestrante e solista em várias conferências e convenções nos Estados Unidos, como a Convenção dos Educadores Musicais do Texas, em San Antonio, a Convenção da Sociedade Internacional de Contrabaixistas e o Festival de Contrabaixo de Chicago. No Brasil, George foi membro das Orquestras Sinfônica do Paraná, Orquestra de Câmara da PUC-PR e Sinfônica do Recife. Atualmente é membro da Orquestra Sinfônica de Corpus Christi, no Texas, e, desde 2003, é membro da Orquestra do Festival de Música a Santo Domingo, regida por Phillip Entremont. Dr. Amorim foi finalista no Prêmio Jovens Talentos do Paraná e do Concurso Jovens Solistas em Londrina, em 1999. Como membro do Quinteto Zenamon, recebeu primeiro prêmio no Concurso Internacional de Música de Câmara Honorina Barra e o primeiro prêmio no Festival de Música de Câmara de Curitiba, também em 1999. Dr. Amorim fundou e dirige o ¡Viva el Bajo!, uma organização que promove o ensino do contrabaixo e ajuda a inspirar e orientar jovens músicos em seus estudos. George leciona e se apresenta em vários festivais, como o Pan American Music Festival, o Traveling Notes Cultural Exchange – programa para jovens músicos, Festival de Música de Abilene e, desde julho de 2011, o Pan American Double Bass Institute.

FAUSTO BORÉM
Foi o primeiro brasileiro a receber o Doutorado em Contrabaixo Acústico. Estudou e ensinou nos Estados Unidos (University of Iowa, University of Georgia) e hoje é Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais, onde criou o Mestrado em Música e a revista Per Musi. Como contrabaixista, compositor e arranjador, tem representado o Brasil nos principais eventos internacionais do contrabaixo acústico (Berlim, Edimburgo, Paris, Avignon, Londres, Sherborne, Houston, São Francisco, Indianápolis, Bloomington, Oklahoma City, Kalamazoo, Iowa City, Interlochen). Como solista, recebeu o Io Prêmio no Jan Fowler Cross Scholarship Competition (EUA, 1991) e o 1o Prêmio no Concurso para Solistas do Teatro Mvnicipal de São Paulo (1997). Na música popular, atuou com Henry Mancini, Bill Mays, Kristin Korb, Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Grupo UAKTI, Toninho Horta, Juarez Moreira, Tavinho Moura, Roberto Corrêa e Túlio Mourão. Foi Primeiro Contrabaixista do Teatro Mvnicipal de São Paulo (1996-1997) e da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (1985-1989). Na música erudita acompanhou músicos como Yo-Yo Ma, Midori, Menahen Pressler, Fábio Mechetti, Isaac Karabitchevsky, Yoel Levi, Arnaldo Cohen e Luis Otávio Santos. Fundou e dirige o grupo Musa Brasilis, que combina música erudita com jazz e música brasileira. Sua música Didática de uma Invenção para voz, contrabaixo e piano foi premiada com o 3o Lugar no Concurso Nacional de Composição para Contrabaixo e foi apresentada na Bienal de Música Contemporânea de 2005. Na abertura do 11° Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosisio estreou suas Variações sobre Wave de Tom Jobim para contrabaixo e piano. Sua obra Não Atire o Pau no Gato para contrabaixo solista, narrador e orquestra foi encomendada pelo Maestro Fábio Mechetti e estreada nos Concertos Didáticos da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

SOBRE O PIANISTA/CRAVISTA

ANDRÉ LOSS
André Loss tem atuado como solista e camerista em turnês pela América do Sul e pela América do Norte. Realizou sua formação musical e acadêmica no Brasil e nos Estados Unidos, onde obteve o seu Doutorado em Execução Musical em Piano no College Conservatory of Music em Cincinnati, OH. André Loss tocou com importantes orquestras no Brasil, ganhou vários prêmios no país, e participou do 10o Concurso Internacional de Piano Robert Casadesus, em Cleveland, OH. Recebeu o Prêmio Açorianos de melhor CD de música erudita da cidade de Porto Alegre por um CD em parceria com a soprano Adriana Zignani com obras de Schubert e Schumann. Em sua última tournê recebeu grande aclamação pública pela execução integral dos Estudos Transcendentais de Liszt. Esteve recentemente na Eastern Illinois University como professor visitante e acompanhou artistas de renome como Franco Petracchi e Milton Masciadri no Simpósio de Contrabaixistas da Universidade da Geórgia (EUA). André Loss é professor de Piano e Literatura Pianística na UFRGS.

Informações adicionais:  
ou
no Programa de Extensão do DEMUS
Instituto de Artes
Rua Senhor dos Passos, 248, sala 62
Centro – Porto Alegre/RS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

« »