Postagens de outubro 22nd, 2011


 Notícia postada no site http://www.casadamusica.com

Audições em curso para contrabaixo tutti e violoncelo tutti.

Contrabaixo Tutti

Contrato temporário: até julho 2012
Terça, 15 de novembro de 2011, às 10h

Programa
Durante uma prova única, os candidatos apresentarão:
· uma obra à escolha do candidato, com ou sem acompanhamento de piano*, de duração não superior a 6 minutos;
· alguns excertos** de repertório da Orquestra para esta temporada, incluindo um excerto com uso de um contrabaixo de 5 cordas;
*a Fundação Casa da Música não fornece pianista.
** a lista pormenorizada e completa destes excertos será publicada brevemente no site da Casa da Música.
Data/hora limite para recepção de candidaturas:
sexta-feira, 11 de novembro de 2011, até às 17h
(devendo ser indicada a obra à escolha)
A candidatura (com CV) a ser enviada por correio ou e-mail, deverá ser recebida até à data/hora mencionada para o seguinte endereço:
Orquestra Sinfónica do Porto
Casa da Música (Audições)
Fundação Casa da Música
Avenida da Boavista 604-610
4149-071 Porto | Portugal
tel: +351 220 120 200
PDF do concurso: clique aqui

Notícia postada no blog http://garimpandobeleza.blogger.com.br, com os créditos para o site http://www.movimento.com e escrito por Edson Tadeu Ortolan.

“Maestro – Sujeito magro, porte austero. Veste-se muito bem, adoraria usar roupas mais confortáveis, mas a imagem não permite. Oculos é obrigatório. Careca (ou quase). Um cara normalmente chato, aquele que só é convidado para o “choppinho de depois do concerto” por obrigação. Olha a todos de cima, mas adoraria ser popular. Suas piadas não têm graça nenhuma, mas todos riem. Em suma, é o idolo do violinista, mas, no fundo no fundo, admira o trompetista. Carro preto ou prateado do ano.
Oboísta – Todo oboísta queria ser maestro, mas a timidez o impede. Sempre muito reservado,necessita ter tudo sob controle. Perfeccionista por natureza. Dedos finos e cabelo sempre bem alinhado. Fica sempre meia hora depois do ensaio, limpando o instrumento. Vai à manicure, mas é segredo! Seu momento de glória é dar o Lá para afinar a orquestra.
Violinista – Alto, sempre com um pinta de importante. Adoraria ser maestro, mas acha uma posição muito inferior ao seu talento. Considera-se o mais importante da orquestra e tudo que diz reforça essa tese. Antes do ensaio, toca sempre partes do concerto de Brahms, para impressionar os outros violinistas. Quando o maestro chama a atenção de outro naipe, o violinista sempre dá um sorriso sarcástico, quase imperceptível. Sai de cada ensaio com o orgulho de “dever cumprido” e vai para casa – um apartamento minúsculo – onde uma foto da mãe está acima do espelho gigante na sala.
Violoncelista – É um cara legal. Um amigo para toda hora, mas muito fofoqueiro. Sabe da vida de todos da orquestra. Adora tocar solos de violino nos harmonicos só para irritar os violinistas. Loiro, o cellista é mais charmoso do que bonito. Acha-se um privilegiado por não ter que levantar no final do concerto e é vaidoso.
Contrabaixista – Baixinho e temperamental. Escolheu o contrabaixo para “impor respeito”, mas o tiro saiu pela culatra. Estuda somente nos ensaios, a não ser que tenha que tocar uma peça barroca, onde é o único a tocar o baixo. Acha-se importante por sustentar toda a orquestra, mas na verdade sabe que ninguém o ouve. Sempre com camisa branca e cabelo curto. Toca baixo elétrico secretamente.
Pianista solista – Cabelo preto e curto. Sempre ocupado porque precisa “estudar”. Nunca vai a festas, e, quando aparece, vem sozinho e sai mais cedo. Quando olhamos em seus olhos, nunca sabemos o que está se passando pela sua cabeça. Tem um papo agradável, mas é um alienado em relação a assuntos extra-musicais. Adora comparar gravações de outros pianistas. Tem sempre uma ou duas cantoras apaixonadas por ele, mas está sempre muito ocupado para relacionamentos. Admirado pelos violinistas, acha tocar música de câmara uma perda de tempo. 

Autor: Edson Tadeu Ortolan – em 13/3/2005″

Em 47 anos de carreira, Osmar Milito é um dos mais renomados pianistas brasileiros, tendo acompanhado artistas como Edison Machado, Paulo Moura e Vinícius de Moraes. 
Junto com o talentoso e charmoso contrabaixista Augusto Mattoso e com o baterista Xande Figueiredo, o Osmar Milito Trio reviverá a temporada de 10 anos de sucesso no Mistura Fina da Lagoa. 
O trio interpretará standards da bossa nova e do jazz, como Sonho de Maria, Killer Joe e Nature Boy, e o espetáculo estará repleto dos sucessos que fizeram do Mistura Fina a casa mais concorrida do Rio de Janeiro.

Osmar Milito – piano
Augusto Mattosocontrabaixo
Xande Figueiredo – bateria

Data: 22/10/2011 – sábado

Horário: 21h à 1h
Local: TribOz – Centro Cultural Brasil-Austrália
www.triboz-rio.com
Endereço: Rua Conde de Lages, 19 – Off-Lapa
Estacionamento rotativo na Rua Conde de Lages, 44 (R$ 5,00)
Couvert artístico: R$ 20,00
Abertura da casa: 20h 
Informações e reservas: (21) 2210 0366 – 9291 5942

Aí vai um pouco da arte do Trio para vocês ouvirem:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=-RYiNrW7eR4]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Blog da Voila Marques © 2011 Todos os direitos reservados - Com tecnologia WordPress & Web Design Company
[ Início ]